Stack Exchange Open Source Projects

2/22/2012 11:40:53 PM By Felipe Pessoto

O Stack Overflow, assim como toda a rede, chamada de Stack Exchange, é com certeza um dos melhores se não for o melhor site para se usar como exemplo de aplicação bem feita em .NET. Sempre falo do Stack Overflow e tenho muita admiração, pra começar porque foi feito por desenvolvedores .NET renomados. O site é muito rápido e a interface com o usuário é excelente, da até tristeza quando procuro algo no Google e nos primeiros resultados vem algum tópico no fórum MSDN, é tão lento que da tempo de repetir a busca no Google filtrando somente o Stack Overflow e abrir a página antes do MSDN abrir.

Tudo feito no Stack Overflow é planejado pra ser TOP. Se vão mudar uma placa de rede, pesquisam e fazem testes com os firmwares pra conseguir o máximo de desempenho. Todas os requests e queries são monitorados, até o trabalho do Garbage Collector chega a ser otimizado.

Recentemente o Jeff Atwood postou no blog do Stack Overflow sobre os projetos Open Source que eles mantém. São bem interessantes, já planejo usar o MiniProfiler 2.0 no FujiyBlog.

Read more...

Limit your abstractions - Série sobre abstrações e seus custos

2/22/2012 10:32:27 PM By Felipe Pessoto

O blog do Ayende é um dos que considero leitura obrigatória pra qualquer desenvolvedor, ainda mais .NET. Ele já me salvou de usar abstrações inúteis uma vez e nesta série ele volta a falar sobre abstrações que mais atrapalham do que ajudam, adicionando complexidade e "cerimônia" que não ajudam em nada.

Ele fala um pouco sobre como ele costuma programar e o design usado. As aplicações que ele desenvolve costumam ter 7 abstrações:

  1. Controllers
  2. Views
  3. Entities
  4. Commands
  5. Tasks
  6. Events
  7. Queries

Os três primeiros são bastante conhecidos, Commands são como um pacote, que acontece assim que é chamado, as Tasks por sua vez não tem um momento exato para ocorrerem, como uma tarefa assíncrona. Events são usados quando algo importante acontece no sistema e requer uma ação. E as Queries também são obvias.

A série até agora já tem 13 partes:

Limit your abstractions: Analyzing a DDD application
Limit your abstractions: Application Events–the wrong way
Limit your abstractions: Application Events–what about change?
Limit your abstractions: Application Events–Proposed Solution #1
Limit your abstractions: Application Events–Proposed Solution #2–Cohesion
Limit your abstractions: Application Events–event processing and RX
Limit your abstractions: You only get six to a dozen in the entire app
Limit your abstractions: Commands vs. Tasks, did you forget the workflow?
Limit your abstractions: All cookies looks the same to the cookie cutter
Limit your abstractions: So what is the whole big deal about?
Limit your abstractions: Refactoring toward reduced abstractions
Limit your abstractions: The key is in the infrastructure…
Limit your abstractions: And how do you handle testing?

Building Async Coordination Primitives

2/14/2012 1:37:48 AM By Felipe Pessoto

Ontem o Stephen Toub("o cara" quando se fala sobre async) postou no blog Parallel Programming with .NET uma série de posts sobre como criar classes equivalestes aos "coordination primitives" mas Async. Ele usa como exemplo o ManualResetEvent, AutoResetEvent, entre outros, vale a pena conferir: